- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

American Idol 2016: Top 24 Performances, Grupo 2 (S15E13)

American Idol 2016 Top 24 S15E13

Veja como foi o episódio com as apresentações do segundo grupo do Top 24 do American Idol 2016! Será que alguém ganhou pimenta hoje!? O programa desta noite teve uma hora de duração e doze performances. Os aprovados para a próxima fase (o Top 14) serão escolhidos pelos jurados, sem votação do público!

Amanhã, quinta-feira (18), os aspirantes farão duetos com os ex-Idols Constantine Maroulis, Chris Daughtry, Kellie Pickler, Jordin Sparks, David Cook e Haley Reinhart. Cinco candidatos serão eliminados. Se você não aguenta esperar, pode ver os spoilers com os resultados, fotos, músicas, duetos e tudo mais AQUI.

A incrível Allison Iraheta, quarta colocada do AI 8, segue como backing vocal da banda.

Leia os comentários do Coloca e assista aos vídeos!

American Idol 2016 Showcase Semifinal: Top 24 Performances, Group 2 – Top 12 (S15E13) – 17/02 – Episódio completo

Shelbie Z – “Work Hard, Play Harder” (Gretchen Wilson)

idolometro

Escolheu uma música fraca e fez uma apresentação muito abaixo do que ela é capaz. Concordo com a crítica do Keith Urban: ela se segurou tanto durante a performance pra tentar criar um big moment no final que acabou deixando tudo completamente sem graça.

Manny Torres – “Adventure Of a Lifetime” (Coldplay)

idolometro

Eu não acredito que gostei tanto assim uma apresentação do Manny Torres. O amante latino se movimentou bem pelo palco, fez uma performance divertida e gostosa de ouvir. Só fiquei assustado com uma coisa: ele perdeu o fôlego muito rápido. Pensei que ele não fosse conseguir chegar até o fim da canção.

Kory Wheeler – “Let It Go” (James Bay)

idolometro

Ele parecia estar em outra dimensão, com medo, frio e fome. Perdeu o tempo da música e ficou esperando por uma resposta da plateia, mas não conseguiu esboçar reação alguma do público. Horrível. Enquanto os jurados falavam, Kory já estava fazendo uma cara de cachorro morto tão aguda que eu fiquei até com dó dele.

Amelia Eisenhauer – “Wake Me Up” (Avicii)

idolometro

Não trouxe o violino, maior marca dela, e ainda escolheu uma péssima música. No começo, eu até acreditei que as coisas fossem melhorar, mas assim que aquele arranjo country de quadrilha começou, desisti. A menina ficou completamente perdida no palco, andando de um lado pro outro, mas sem saber o que fazer. Apesar de tudo, tenho um elogio: o visual estava ótimo. Amelia nunca esteve tão bonita quanto hoje.

Jenn Blosil – “Sorry” (Justin Bieber)

idolometro

Jenn disse que não bebe e nem usa drogas. Isso quer dizer que toda essa maluquice que ela passa é natural! Fiquei surpreso com isso! A menina tropeçou no começo da apresentação, mas o resto da performance valeu a pena. Vale dizer que Jenn estava lindíssima, com os olhos absurdamente expressivos.

CJ Johnson – “I’ll Be” (Edwin McCain)

idolometro

Que noite zicada! Até um participante super seguro, que é o caso do CJ Johnson, foi mal! Pegou uma música batida e cantou de uma forma medíocre. Lamentável.

Lee Jean – “Runaway” (Ed Sheeran)

idolometro

Hoje o Lee não mandou a plateia ficar quieta, então dá pra dizer que ele já começou a evoluir um pouco. Jogou completamente safe, cantando mais uma música do Ed Sheeran e, óbvio, foi bem. Não fez uma grande performance, mas foi agradabilíssimo.

Trent Harmon – “What Are You Listening To” (Chris Stapleton)

idolometro

Pegou a música certa e construiu bem a performance. Os vocais não estavam perfeitos, mas ele foi o único dessa noite que conseguiu passar emoção de uma forma genuína.

Tristan McIntosh – “Good Girl” (Carrie Underwood)

idolometro

Boa menina! Boa menina! Boa menina! Mal começou e já foi melhor do que a Shelbie Z, então eu deixaria a vaga country pra Tristan. Ela fez uma apresentação sem erros, mas a gente sabe que ela é capaz de entregar muito mais do que isso. A música combinou muito com a voz dela, porém não consigo parar de sonhar com Tristan cantando Alicia Keys.

Adam Lasher – “Black and Gold” (Sam Sparro)

idolometro

Custava ele se conectar com a plateia um pouco? Ficou o tempo inteiro olhando pro chão, apavorado com o público. Mas a performance foi boa, acima da média dessa noite. As críticas dos jurados não fizeram o menor sentido.

Dalton Rapattoni – “Rebel Yell” (Billy Idol)

idolometro

Começo maravilhoso, uma voz deliciosa, arranjo no ponto certo. Dalton sabe como usar a câmera, sabe interagir com a plateia de forma perfeita, extraindo exatamente o que ele quer do público. JLo surtou com a apresentação. Depois da eliminação da Stephany Negrete, Dalton é o único performer da competição. Mais uma vez, Dalton venceu suas limitações – vamos combinar, ele não tem uma voz grandiosa – usando a criatividade e acertando em cheio no repertório. O comprometimento dele com o palco me lembra muito o Adam Lambert. Você vê claramente que é um artista ali, doido para entregar um show de entretenimento para a audiência. Detalhe: estou tão acostumado a ver a Jennifer Lopez jogando olhares para os candidatos que me surpreendi ao ver o Keith Urban fazendo algo parecido.

Olivia Rox – “Confident” (Demi Lovato)

idolometro

Não gosto muito dessa música, mas a Olivia canta muito. Quando ela parou para estalar os dedos, eu, aqui de casa, comecei a estalar os dedos também. Ela fez por merecer. Voz perfeita, arranjo maravilhoso, começo suave no violão e potência no resto da performance. Ela errou feio na hora de dar o soco no ar, coitada. A menina estava torcendo para sincronizar o movimento com a entrada das backing vocal, mas terminou se antecedendo e, por um segundo, pensei que ela fosse levar aquele erro a sério e desabar. Que bom que me enganei.

Olivia Rox Showcase Top 24 Performance Demi Lovato Confident

Veja também:

Comentários