- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

American Idol 2016: Top 5 Results + Top 4 Performances (S15E20)

American Idol 2016 Top 5 Performances Sia Cook MacPhee S15E20

Mais uma noite de American Idol! Além da revelação do Top 4, hoje tivemos participações especiais de David Cook, Katharine McPhee, Sia e Steven Van Zandt.

Temas do episódio: “Músicas da Sia” e “Clássicos do Rock Americano”.

Nesta quinta-feira (24), algo terrível aconteceu: o candidato eliminado ensaiou durante toda a semana, mas não teve chance de se apresentar, pois sua eliminação aconteceu antes mesmo da rodada de performances começar. Como o programa tem duas horas de duração, mais parece uma maldade da produção do que necessidade.

Leia os comentários do Coloca e assista aos vídeos.

Review – American Idol XV – Finals: Top 5 Results + Top 4 Performances Bottom – Sia + Katharine McPhee + David Cook (S15E20) – 24/03 – Episódio completo.

David Cook – Heartbeat

Katharine McPhee – Somewhere Over The Rainbow

Sia – Cheap Thrills

Fox revela detalhes da final do American Idol 2016 – e o Coloca já está chorando
Versões em estúdio do Top 5/Top 4 do American Idol
Syesha Mercado está de volta e arrasando em um medley dos Beatles
Zealyn: vem ouvir “Sleep On It”, nova música da ex-Angie Miller
Veja como foi o musical ‘The Passion’, com Chris Daughtry
Finalistas do Idol 2016 cantam “God Bless America” em evento da NASCAR

Clássicos do Rock:

La’Porsha Renae – Wanted Dead or Alive (Bon Jovi)

idolometro

Marcelo: Ela estava tão à vontade que até esqueceu do microfone por um tempinho. Mudou o cabelo, usou uma roupa mais bruta que as anteriores e se manteve forte em seu discurso. Foi do grave ao agudo com a maior naturalidade, andou como se estivesse desfilando para mostrar o novo penteado. Já merece o prêmio só pelo tempo que gastou no Jassa.
Conrado: Desempenho muito abaixo do que estamos acostumados a ver dela. Preferi as entradas da backing vocal que a apresentação da candidata. La’Porsha fez uma performance tão linear e sem sal aquele final nem teve sentido, foi como um grito fora do lugar. Mas a música também não ajuda, já que tem um clima de fim de noite. Pra completar, o cabelo novo engordou a mulher em uns trinta quilos.

MacKenzie Bourg – I Want You To Want Me (Cheap Trick)

idolometro

Marcelo: Eu costumo gostar da cara autoral que o MacKenzie sempre dá para suas versões. Não queria ser afetado pelo meu gosto pessoal (eu adoro essa música!), mas achei que dessa vez ele beirou a cafonice. Cumpriu bem os vocais e tentou manter a ótima personalidade, mas hoje se saiu muito cafona.
Conrado: Jennifer Lopez passou vergonha ao esquecer o nome do mentor Steven Van Zandt, minha nossa. Voltando ao que importa: o garoto estava tão tenso que até soltou um “yeah!” quando notou que tinha dado tudo certo em sua performance. Parece que ele ganhou muita confiança nas últimas duas semanas e, por isso, os jurados fizeram questão de criticar MacKenzie como nunca antes. Realmente acabaram com o menino. Pra mim, ele fez a mesma coisa de sempre, mas está fazendo tudo cada vez melhor.

Trent Harmon – Sharp Dressed Man (ZZ Top)

idolometro

Marcelo: Impecável! A originalidade é o seu maior diferencial. Trent conhece muito bem a sua voz e não tem medo de arriscar. Essa é a segunda vez que ele se apresenta em black tie – e é a segunda vez que isso funciona perfeitamente. Sua maturidade no palco se construiu ao longo desses programas e ele já não lembra mais o garoto inseguro da primeira audição.
Conrado: Brilhante. Quanta classe, quanta elegância! Steven Van Zandt realmente ajudou a melhorar o nível da competição. Trent se apresentou com um arranjo maravilhoso e ainda se movimentou muito bem pelo palco – sem fazer caretas demoníacas, vale dizer. É a última oportunidade do American Idol ter um vencedor nesse estilo e, olha, é bem capaz do Trent conseguir chegar lá.

Eliminação

Classificados – Top 4 (na ordem que foram anunciados, não é ordem de votos):
– La’Porsha Renae
– MacKenzie Bourg
– Trent Harmon

Menos votados – Bottom 2: Dalton Rapattoni e Sonika Vaid.

Participante eliminado: Sonika Vaid.

Músicas que ela cantaria se tivesse continuado no programa:
Sonika Vaid – Because the Night (Patti Smith / Bruce Springsteen)
Sonika Vaid – Loved Me Back to Life (Céline Dion)

Dalton Rapattoni – God Only Knows (The Beach Boys)

idolometro

Marcelo: Exagerou na ceninha e na cara de cachorro sem dono. Não sei se ele realmente está triste ou se foi apenas o impacto de estar entre os menos votados. Para a performance, tanto drama acabou funcionando. Sua voz estava melhor do que de costume.
Conrado: Por essa performance, deu pra ver como Dalton ficou abalado por figurar no Bottom 2. Pensei até que ele fosse cair no choro no meio da apresentação. Daltinho caprichou mais no vocal hoje, estava cantando pra fora. Foi um pouco melhor que nas semanas anteriores. O começo foi muito bom, mas a qualidade da apresentação foi caindo conforme o tempo passava.

Músicas da Sia:

La’Porsha Renae – Elastic Heart (Sia)

idolometro

Marcelo: A música da Sia caiu como uma luva para La’Porsha. Soube explorar bem o seu grave e ainda conseguiu brilhar nas partes mais agudas. Não podemos negar também que a produção do programa teve impacto para uma performance tão boa. A iluminação e os instrumentos de percussão deram uma força maior ainda ao seu espetáculo. A propósito, já disse que eu amei esse cabelo?
Conrado: O início da performance com o pessoal do Olodum foi muito bom, mas o que aconteceu com a La’Porsha hoje? Pior noite dela no programa! Ela foi bem melhor no ensaio – fez até a Sia chorar. E eu ainda estou tentando apagar esse figurino da minha mente. Parece que jogaram um saco de lixo na mulher e obrigaram ela a cantar!

MacKenzie Bourg – Titanium (David Guetta feat. Sia)

idolometro

Marcelo: MacKenzie se manteve em sua zona de conforto e provou hoje que sabe fazer muito bem o feijão com arroz. É bom e sustenta, mas quando chega o Top 4, eu sinto falta de pelo menos uma batata frita. As finalizações de suas frases me incomodaram, sempre com mais ar que deveriam. As diversas pausas para respirar no meio das palavras também não me agradaram tanto assim. Acho pouco para essa altura da competição, mas mesmo assim, eu sei que compraria o seu CD, assistiria ao seu show e ia gostar.
Conrado: O menino é tão limitado vocalmente que eu chego a ficar aflito com o sofrimento que ele passa pra atingir as notas, mas me emocionei com ele hoje. MacKenzie entendeu a letra da canção, fez um arranjo de cordas lindo pra música e se entregou à performance. Teria sido melhor se ele não tivesse tocado violão – foi a única coisa que não ornou -, mas foi ótimo mesmo assim.

Trent Harmon – Chandelier (Sia)

idolometro

Marcelo: A segunda performance de Trent também foi excelente! Fiquei com medo de ele derrapar nas breves notas mais graves, mas ele conseguiu sustentar e ainda ofereceu muito mais depois. O que foi aquele agudão emendando em outras frases, sem qualquer pausa pra ganhar fôlego? Deus abençoe esse diafragma! Trent, sem sombra de dúvidas, foi o dono desse episódio.
Conrado: Música perfeita para o Trent. Se nas semanas anteriores ele passou derrapando em uma apresentação e acertando na outra, hoje ele resolveu tirar o atraso e abocanhar todas as pimentas da noite. No começo da performance, Trent explorou a suavidade de sua voz, passando, mais tarde, por um grave lindíssimo, até chegar naquele falsete maravilhoso. Ele foi impecável e fez, certamente, uma das melhores – se não for a melhor – apresentações da temporada. Ridículo os jurados não aplaudirem o Trent de pé, pois ele merecia standing ovation. Parecem até com os técnicos loucos do The Voice USA que não viraram a cadeira para o Trent.

Dalton Rapattoni – Bird Set Free (Sia)

idolometro

Marcelo: Me emocionai com a emoção do Dalton, não nego. Ele manteve a tristeza e a cara de cachorro abandonado da performance anterior, mas agora conseguiu até arrancar umas lágrimas. O único ponto fraco dessa performance foi a linearidade de seu vocal. Ficou na região média e não teve nenhum momento que fizesse sua voz brilhar. Uma pena…
Conrado: O tema, finalmente, deu uma chance pro Dalton escolher uma música que casasse com ele. Melhor apresentação dele hoje, mas muito abaixo do que um dia eu já esperei desse menino. Teve uma hora que ele sequer conseguia cantar e precisou deixar a música para o pessoal do backing vocal.

Veja também:

Comentários