- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

Rayvon Owen sai do armário no clipe de “Can’t Fight It”

Rayvon Owen Cant Fight It video

Rayvon Owen, quarto colocado no American Idol 2015, nunca falou abertamente sobre sua sexualidade. O cantor enxergou no novo clipe, “Can’t Fight It”, o momento ideal para declarar sua condição. “Não é que eu tenha mentido para as pessoas no passado, mas a verdade havia sido omitida”, confessou ao site da Billboard. “Eu sentia como se estivesse fazendo um desserviço, pois eu sempre fui uma pessoa honesta e amável”.

Quando recebeu o roteiro, Rayvon terminaria o vídeo beijando uma mulher. “Quando eu li, sabia que não poderia ser desonesto”, disse. Resultado: mudaram o final!

A decisão de sair do armário foi impulsionada pelo encontro que teve com o ativista Shane Bitney Crone, que interpreta o seu par no vídeo. Shane se tornou um ícone da luta LGBT ao produzir Bridegroom, um documentário no qual batalha por seus direitos civis após a morte do parceiro.

O clipe, lançado em pleno Valentine’s Day, demora para apresentar a relação homoafetiva (isso ocorre apenas nos segundos finais). A letra da música, composta pelo cantor em parceria com Mylen, Nate Merchant e Isaiah Tejada, é inteiramente sobre o assunto. Já no primeiro verso, ele diz que “nunca foi bom fingindo”, e assim segue falando sobre um sentimento pelo qual ele não pode lutar contra. A ótima canção bebe nas fontes do R&B e conta com aqueles falsetes incríveis que nós conhecemos durante o programa.

Com medo do público mais conservador que acompanha o programa, Rayvon ainda não havia revelado a sua sexualidade durante o American Idol. E não parava aí: a produção e nem mesmo os outros participantes conheciam a situação. “Eu tinha medo de que se eu falasse sobre isso, as pessoas votariam em mim? É triste ter que pensar nisso”.

“Primeiro eu tinha que estar confortável comigo mesmo e quem eu sou enquanto pessoa. Por um longo tempo, eu mantive aquela parte da minha vida separada da música e de diversas coisas. Conforme amadureci como artista, entendi que estava perdendo muito da minha criatividade artística por não conectar as duas coisas”.

“Can’t Fight It” é o primeiro single do Rayvon após o American Idol – e o Coloca adorou. Que a liberdade traga mais excelentes músicas!

Veja também:

Comentários