- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

The Voice US 2016, Season 10: Top 11 Performances (S10E19)

The Voice USA 2016 Top 11 Performances

Mais uma grande noite de apresentações do The Voice USA 2016! Nesta segunda-feira (25), acompanhamos as performances do Top 11.

Será que algum participante mereceu ganhar pimenta hoje? Assista aos vídeos e leia os comentários do Coloca para saber!

Review – The Voice USA 2016, Season 10: The Live Shows – Top 11 Performances (S10E19) – Episódio completo.

Shalyah Fearing – The Climb (Miley Cyrus) – Team Adam

idolometro

Sinto falta de algum candidato que evolua a cada nova etapa. Eu pensei que Shalyah preencheria esse espaço. Ela vinha em uma crescente muito forte, mas, há duas semanas, a coisa desandou. Shalyah foi incrível com “A Broken Wing” na fase dos nocautes, então entendo a vontade do Adam Levine de recriar esse momento, mas ele tentou fazer isso semana passada com “Up to the Mountain” – e já não foi tão bom – e agora escolheu… “The Climb”? Existem milhares de canções nesse estilo country/gospel e o técnico pegou uma que não favoreceu Shalyah em nada. Claro que nem tudo é culpa do Adam. Shalyah desafinou muito nessa apresentação. Nem eu, que adoro essa menina, consegui curtir.

Campanha para 2016:
Shalyah Princesinha

Daniel Passino – Time After Time (Cyndi Lauper) – Team Pharrell

idolometro

Daniel queria mostrar um lado mais vulnerável, mas não conseguiu. O Pharrell pediu que ele se movimentasse pelo palco e segurasse as mãos das meninas da plateia – e seguir os conselhos do técnico foi a pior coisa que Daniel fez nessa apresentação. Ficou muito forçado. Seria melhor se ele tivesse optado por uma performance mais intimista, sentado na escada do palco.

Paxton Ingram – Break Every Chain (Tasha Cobbs) – Team Blake

idolometro

Linda música. Curioso como os conselhos do Pharrell funcionam melhor para quem não faz parte do time dele. Paxton ouviu o técnico dizer pra ele apostar no estilo gospel e, pronto, o menino arrebentou. Como Paxton não vinha com uma série de grandes apresentações, essa performance soa como algo magnífico. Ele desafinou um pouco, mas emocionou. Foi brega como deve ser e fez, certamente, sua melhor apresentação no programa.

Owen Danoff – Fire And Rain (James Taylor) – Team Adam

idolometro

Owen parecida muito nervoso. Não sei se foi o efeito de ter passado pelo ‘Instant Save’ semana passada ou se ele realmente ficou abalado por lembrar do amigo falecido. O problema maior é que nós já conhecemos o limite de Owen e dificilmente ele será capaz de nos surpreender no futuro.

Mary Sarah – Johnny And June (Heidi Newfield) – Team Blake

idolometro

Ela se descontrolou da metade para o fim da performance, errou bastante, mas, no geral, eu gostei. Apesar de achar a voz da Mary Sarah irritante nos agudos, o grave dela é muito bonito e agradável. Foi a melhor performance que ela fez desde as audições.

Alisan Porter – Stay with Me Baby (Lorraine Ellison) – Team Christina

idolometro

Foi a melhor interpretação dramática da Alisan na competição, mas, pela primeira vez, achei a voz dela muito esganiçada. Já está mais do que na hora da Alisan correr para um repertório country. É o estilo que ela gosta de cantar e ela precisa disso para manter o posto de favorita da competição.

Bryan Bautista – Just the Way You Are (Bruno Mars) – Team Christina

idolometro

Essa apresentação foi tão esquisita que eu fiquei com a sensação de que estava vendo o Roberto Carlos no The Voice US. Bryan tem uma incrível competência vocal, mas está passando por um processo de involução. É uma bomba atrás da outra! Menino do céu, canta The Weeknd de novo, canta Drake, canta country, mas para de escolher essas músicas que não valorizam a sua voz!

Adam Wakefield – Lights (Journey) – Team Blake

idolometro

Sempre com boas performances, mas nunca é algo no nível pimenta. A gente fica mais animado por ver o Paxton indo bem do que isso, por exemplo. Adam precisa sair dessa coisa monótona. Claro que ele vai chegar longe se continuar por esse caminho, mas, pra bater a Alisan, é importante que ele se arrisque. Por enquanto, ainda fico com aquela sensação de que estou vendo a mesma coisa toda semana.

Nick Hagelin – Your Body Is A Wonderland (John Mayer) – Team Christina

idolometro

Se Nick chegar na final, já imagino Xtina usando uma camisa com a foto do filho dele e falando que ela está fazendo isso porque o menino está internado e correndo risco de vida. Vai pedir orações e votos. Nick atingiu a vulnerabilidade que o Daniel Passino tentou, mas não conseguiu. Só queria que ele não falhasse tanto nas regiões mais baixas da música. Sempre parece que a voz dele vai sumir.

Hannah Huston – I Can’t Make You Love Me (Bonnie Raitt) – Team Pharrell

idolometro

Hannah continua com essa mãozinha inquieta, algo que sempre me distrai. Hoje ela fez cara de choro durante toda a apresentação, mas, apesar dos ótimos vocais, não consegui sentir a mesma emoção que ela. Simplesmente não rolou. Ela é linda, tem um timbre extremamente comercial e imagem de artista, mas não consigo engolir esse repertório de diva. Eu quero a Hannah das battles de volta!

Laith Al-Saadi – Make It Rain (Ed Sheeran) – Team Adam

idolometro

Ótima song choice. Quando vi os spoilers, criei uma expectativa muito grande e imaginei que ele fosse arrebentar, mas foi uma boa performance. Admito que eu já estava começando a cansar do Laith, mas essa apresentação recuperou minhas forças e torcida por ele. É muito bom ver que ele também pode ir bem com música contemporânea. Espero que invista em algo mais atual na próxima semana também.

Veja também:

Comentários