- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

The Voice US 2016, Season 10: Top 12 Performances (S10E17)

The Voice USA 2016 Top 12 Performances

Nesta segunda-feira (18/04), foi exibido mais um episódio do The Voice USA 2016!

Será que alguém mereceu ganhar pimenta hoje? Qual time se saiu melhor no programa desta noite? Assista aos vídeos e leia os comentários do Coloca para saber!

Review – The Voice USA 2016, Season 10: The Live Shows – Top 12 Performances (S10E17) – Episódio completo.

Mary Sarah – So Small (Carrie Underwood) – Team Blake

idolometro

Apresentação correta, mas nada marcante. A finalização foi bonita – de certo, a melhor parte da performance. Mas Mary Sarah parece não entender que precisa ter um grande momento na competição. Já estamos no Top 12 e nada dela superar a própria audição! A cada semana que passa, Mary fica mais apagada.

Laith Al-Saadi – Born Under A Bad Sign (Albert King) – Team Adam

idolometro

Foi a apresentação mais sem graça do Laith até agora. Claro que ele é extremamente competente e nunca vai se sair mal, mas não gostei nada da song choice. Senti falta daquele vocal agressivo capaz de fazer qualquer um acordar.

Daniel Passino – Human Nature (Michael Jackson) – Team Pharrell

idolometro

Não gosto dessa música pra reality show. Se ele queria cantar Michael Jackson, poderia ter escolhido “Earth Song”, que tem muito mais força. Mas admito que ele foi muito bem – muito melhor do que eu poderia imaginar. Se ele não tivesse exagerado tanto nos movimentos com as mãos, eu teria gostado mais. Isso acabou virando uma distração desnecessária.

De qualquer forma, Daniel Passino cresceu muito na competição. Ele realmente mereceu voltar para o programa. Achei incrível o fato do candidato já propôr um plano de ação para o técnico. Ele apenas comunicou o Pharrell sobre como gostaria de construir a performance – e o Pharrell permitiu tudo que o participante queria. Com isso, Daniel demonstrou um lado artístico que eu sequer imaginava que ele tinha.

Emily Keener – Lilac wine (Jeff Buckley) – Team Pharrell

idolometro

Melhor apresentação da Emily no programa! Ela, finalmente, entregou tudo aquilo que sempre esperamos dela! Foi intensa, foi suave, foi TUDO. Carregou na veia dramática, mas sem exagero algum. Até me emocionei junto com ela. Incrível, incrível, incrível!

Nick Hagelin – Mine Would Be You (Blake Shelton) – Team Christina

idolometro

A versão do Nick ficou muito, muito boa. Blake até comentou que as pessoas começariam a pedir que ele se apresentasse com essa versão da música – e eu acho isso bem possível. Uma pena que, vocalmente, Nick errou tanto e estragou a performance. A proposta era ótima, mas a execução foi um desastre. Desafinou muito e, nas regiões mais baixas, mal dava pra ouvir a voz dele.

Adam Wakefield – Soulshine (The Allman Brothers Band) – Team Blake

idolometro

Falta star quality e ele ainda precisa vencer essa timidez no palco, que fica tão evidente no olhar, mas Adam é um dos competidores mais consistentes da temporada, sempre entregando performances de qualidade. E essa foi mais uma grande apresentação do cantor. Foi, merecidamente, aplaudido de pé pelos técnicos.

Bryan Bautista – Kiss From A Rose (Seal) – Team Christina

idolometro

O início dessa performance foi terrível e Bryan não conseguiu passar a mensagem da música, mas melhorou um pouco na segunda parte da música. Só a nota final trouxe algum valor pra performance. No geral, foi uma apresentação bem mais ou menos. Eu gosto muito dessa música, mas não faz sentido o Bryan cantar isso. Semana passada ele já não foi bem, tanto é que não passou direto pelos votos do público. Agora, ele erra de novo. A situação é preocupante, já que ele é um dos meus participantes favoritos e eu espero muito dele.

Owen Danoff – 7 Years (Lukas Graham) – Team Adam

idolometro

Foi bom saber que Owen não fica incompleto no palco por não estar acompanhado de seu violão. Na realidade, ele fica até com uma imagem mais elegante assim. Hoje ele mostrou algo diferente, foi agressivo e tudo, mas eu prefiro aquele Owen que investe na emoção, que me faz sentir a música do início ao fim. De qualquer forma, não gosto nada de “7 Years” e acho que Owen conseguiu superar o Lukas Graham com essa música.

Alisan Porter – Stone Cold (Demi Lovato) – Team Christina

idolometro

Só um comentário: tadinha da Demi Lovato. Vai ter que abrir mão dessa música e entregar pra Alisan. Maravilhosa.

Paxton Ingram – Hands To Myself (Selena Gomez) – Team Blake

idolometro

Péssima song choice do Paxton, de novo. Eu gosto dele e sei que o menino pode fazer mais do que isso. Ele é um candidato carismático, mas está jogando todas as oportunidades que recebe no lixo. Essa música é extremamente sensual, mas Paxton quis fazer uma versão sorridente e sem muito sentido. Ele até tentou deixar um ar ‘safadinho’, por assim dizer, mas não rolou. Conseguiu estragar uma música da Selena Gomez. Pois é.

Hannah Huston – Something’s Got A Hold On Me (Etta James) – Team Pharrell

idolometro

Não dá pra entender esse novo rumo que a Hannah tomou. Ela começou com “Unaware”, do Allen Stone, depois me convenceu quando cantou “Elastic Heart”, da Sia, nas battles. Mas agora resolveu seguir um caminho de diva. Tudo que ela tinha de interessante está sendo perdido. É uma grande cantora, claro, mas aos poucos vou deixando de gostar dela.

Shalyah Fearing – Up To The Mountain (Patty Griffin) – Team Adam

idolometro

Não gostei da mudança no visual. Ela ficou parecendo outra pessoa com esse cabelo. Mas é aquilo: Shalyah nasceu pra cantar e eu torço muito para que o The Voice realmente mude a vida dela. O problema é que a menina foi tão espetacular semana passada que já comecei a esperar muito dela. Ela foi bem hoje, de novo, mas não ficou perto de “Listen”. Faltou um pouco de dinâmica. Achei que ela alongou muito as notas, deixando algumas partes da música um pouco chatas. Eu sentia a necessidade de uma passagem melódica e nada acontecia.

Veja também:

Comentários