- AMERICAN IDOL - THE VOICE US/UK - THE X FACTOR

- ÍDOLOS - THE VOICE BRASIL - THE VOICE KIDS

The Voice USA 2016, Season 10: Top 8 Performances (S10E25)

The Voice USA 2016 Top 8 Performances

No episódio desta segunda-feira (16/05), os oito semifinalistas do The Voice USA 2016 se apresentaram em busca dos votos dos norte-americanos. Amanhã, terça-feira, quatro participantes serão eliminados da competição. Será o famoso – e terrível – “Blood Bath” (banho de sangue)!

Apenas uma semana nos separa da grande final do The Voice 10! Como você já deve estar acostumado, o último programa da temporada será exibido ao vivo pelo Canal Sony Brasil. Por isso, o Coloca avisa: nós acompanharemos tudo em tempo real, então daremos spoiler do vencedor.

Participação especial: a cantora Pink participou da atração como “Superstar Advisor” dos candidatos do Top 8.

Será que alguém mereceu ganhar pimenta hoje? Assista aos vídeos e leia os comentários do Coloca para saber!

Review – The Voice USA 2016, Season 10: The Live Shows – Top 8 Performances (S10E25) – Episódio completo.

Shalyah Fearing – And I’m Telling You I’m Not Going (Dreamgirls) – Team Adam

idolometro

Apesar de ter feito uma boa performance, a menina foi a primeira a se apresentar e todos nós sabemos que isso significa que ela receberá poucos votos. Depois de ver a melhor noite de apresentações da temporada, não consigo imaginar que ela chegue na final e já penso que Shalyah será eliminada de mãos dadas com o Paxton amanhã.

Adam Wakefield e Alisan Porter – Angel From Montgomery (Bonnie Raitt e John Prine) – Dueto

idolometro

Dueto maravilhoso! A música perfeita e os cantores perfeitos, com a Alisan aproveitando a linda suavidade de sua voz. Que justiça seja feita e esses dois disputem a grande final do The Voice 10 semana que vem! Só não gostei de uma coisa: depois de um dueto desse nível, é como se a performance da Shalyah nem tivesse existido.

Paxton Ingram – I’d Do Anything for Love But I Won’t Do That (Meatloaf) – Team Blake

idolometro

Que apresentação desesperada. Não acho que o Paxton errou ao tentar. Ele era o candidato com a menor chance de chegar na grande final, então fez todo sentido do mundo Paxton arriscar tudo em busca de uma vaga no Top 4. Mas não deu certo. Ele correu muito o arranjo da música e foi completamente engolido pela banda. O único ponto realmente positivo dessa performance foi a boa movimentação do Paxton pelo palco.

Laith Al-Saadi – One and Only (Adele) – Team Adam

idolometro

Nem em mil anos eu poderia imaginar que essa música era da Adele. Laith tomou a canção para si, mas, no geral, foi uma performance fraca para uma noite tão importante. Talvez Adam Levine não tenha ninguém para representá-lo na final.

Mary Sarah e Bryan Bautista – Break Free (Ariana Grande) – Dueto

idolometro

Quem será que escolheu essa música? “Break Free” não tem nada a ver com eles! Dueto bizarríssimo. De qualquer forma, me surpreendi por gostar mais da Mary Sarah do que do Bryan cantando pop.

Alisan Porter – Desperado (The Eagles) – Team Christina

idolometro

Cenário lindo e uma performance muito elegante da Alisan. O mais curioso foi descobrir que existe um vírus cercando o The Voice. Alisan foi infectada pela mania da Hannah e a mãozinha inquieta agora também faz parte do repertório da candidata do time da Xtina.

Laith Al-Saadi e Hannah Huston – Knock On Wood (Amii Stewart) – Dueto

idolometro

Dos quatro duetos, parece que só o do Adam com a Alisan realmente valeu a pena. Laith não foi espetacular, mas fez o suficiente para ofuscar a Hannah nessa performance. Parecia que ela não tinha muita intimidade com a música. Sinto que só existe vaga para um deles na grande final.

Adam Wakefield – I’m Sorry (Blake Shelton) – Team Blake

idolometro

Adam queria sair um pouco do piano, mas o Blake não deixou. Essa poderia ter sido a melhor performance do candidato, mas não gostei de uma coisa: a entrada do backing vocal e da banda. Por mim, ele teria seguido do início ao fim só ao piano.

Bryan Bautista – Hurt (Christina Aguilera) – Team Christina

idolometro

O Bryan realmente mergulhou dentro da música nessa apresentação. Ele tem uma relação difícil com o pai – ou quase relação alguma com o pai, para ser mais correto -, então a letra carrega muita verdade para ele. O início da performance foi espetacular, mas Bryan enfrentou algumas dificuldades para alcançar as notas na segunda parte da música. A emoção do candidato era nítida e isso afetou a apresentação, mas também o público. Não vou mentir: perdoei os erros, me emocionei junto com ele e senti cada palavra da música. No final da performance, Bryan se recuperou e fechou bem a apresentação. E já quero que o Gugu Liberato apareça no The Voice para promover um reencontro de pai e filho.

Paxton Ingram e Shalyah Fearing – Masterpiece (Jessie J) – Dueto

idolometro

Como comentar algo tão ruim? Pegaram uma das melhores músicas da Jessie J e tiraram toda a força da canção. Shalyah exagerou e Paxton foi dispensável. Não dá pra tirar nada de bom de uma performance tão bagunçada.

Mary Sarah – I Told You So (Randy Travis feat. Carrie Underwood) – Team Blake

idolometro

Mary Sarah acertou tanto nessa performance que agora Blake tem a chance de, mais uma vez, ter dois candidatos de seu time na grande final. Foi uma apresentação muito bonita e que mostra como Mary Sarah, finalmente, se encontrou como artista. Espero que ela também tenha entendido isso e siga essa linha em sua carreira pós-The Voice.

Hannah Huston – When a Man Loves a Woman (Percy Sledge) – Team Pharrell

idolometro

O início a capella foi espetacular. Até achei a voz da Hannah muito estridente em algumas partes da canção, mas nada que tirasse a pimenta dela. O meu ponto favorito foi a maravilhosa veia performática que ela demonstrou ter hoje. Quando Hannah se ajoelhou no palco, minha nossa, o que foi aquilo? Incrível! Ela sofreu muito nas mãos do Pharrell Williams, que até agora não permitiu que a professorinha cantasse algo mais atual. Mesmo tendo o pior repertório da temporada, ela chegou no Top 8. Torço para que o pimp spot tenha sido o suficiente para garantir um lugar para Hannah na final. Vou sofrer se tiver que ver ela disputando o save.

Veja também:

Comentários